Vencendo o Desafio de Vencer! – Por: Carlos Lineu Faria Alves

lineu

Se a sua empresa não mais consegue atingir os resultados desejados, ela pode estar morrendo. Ela não foi capaz se se adaptar ao mercado.
As empresas nascem, passam pela fase de adolescência e se tornam adultas obtendo resultados adequados por um período de tempo. Podem envelhecer e morrer se não são capazes de irem se adaptando ao mercado.
Os ciclos de vida dos produtos e tipos de serviços estão diminuindo dramaticamente. Estes podem ser conhecidos e copiados através dos acessos facilitados ao conhecimento pela internet e seus programas de buscas. Os possíveis concorrentes dos seus produtos podem estar em qualquer lugar no mundo e eles podem ter vantagens econômicas que compensem os custos de frete.
Adicionalmente, as necessidades mudam no tempo, surgem outros produtos que podem até ser melhores e mais baratos, novas matérias primas são desenvolvidas, novas tecnologias de fabricação possibilitam melhor qualidade de produto e custo menor, novas tecnologias de gerenciamento permitem ganhos produtividade, surgem novos regulamentos governamentais etc.
As cinco forças descritas por Porter para o entendimento de um mercado, mudam constantemente e as organizações precisam se adaptar para não morrer.
Quando uma organização foi criada houve esse entendimento dos determinados fins para um mercado, que chamamos de criação de valores. Se esses fins ainda são necessários, as organizações permanecem. Se abandonarmos ou esquecermos os processos de criação de valor para o mercado, as organizações passam a se dedicar a manter-se e com isso a criação de hierarquias verticais fragmentam o trabalho e inibem as iniciativas com consequente perda de eficácia e de agilidade no processo decisório.
Para vencer o desafio de reinventar a sua organização, é necessário gerenciar a Inovação de sistemas, organizações, processos, operações, métodos e técnicas para se projetar produtos e seus processos em função das necessidades das pessoas (qualidade, preço e disponibilidade). Uma maneira de inovar é desenvolver um novo produto (e um novo processo) para algum mercado ainda não satisfeito, procurando os não-clientes além dos seus atuais clientes e dos clientes dos concorrentes.
Não se deve restringir a procura por Inovação somente nos produtos existentes e seus respectivos processos dentro da empresa. Perguntas tais como: o produto ainda é necessário? Este produto pode ser oferecido com um serviço adicionado? Existem outros mercados interessados nesses produtos? Com o meu conhecimento dos produtos e processos atuais, pode fazer ou atuar de outra maneira? Em outro mercado?
Tendo em vista as competências atuais de produtos, processos e mercados, o que você precisa adicionar a sua organização para reprojetar os produtos, processos e atuar em um novo mercado tendo em vista as novas tecnologias e novos conhecimentos?
É preciso estar próximo, dentro e até se sentir parte desse mercado para ser capaz de identificar um produto e ou serviço que seja visto pelo mercado com atributos de valor. Use o mercado para testar conceitos do produto ou serviço e desenvolva melhorias baseadas nos retornos imediatos do mercado mesmo antes de ter o produto totalmente desenvolvido.
Algumas instituições mantidas pelo Estado e mesmo os governos não inovam ou demoram muito inovar porque não têm a sua sobrevivência dependente do mercado.
Com todas essas mudanças nos mercados, as organizações precisam estar em constante mudança para adequar. Uma posição estratégica de sucesso hoje pode ser a condição de morte amanhã. Sem mudanças constantes não existe a sobrevivência.
Como evitar a armadilha que nós seres humanos nos impomos ao sermos arraigados as rotinas, conservadores do atual conhecimento, receosos do que não conhecemos e das mudanças que se apresentam no futuro?
Mas do futuro nada conhecemos e do passado devemos guardar as lembranças dos aprendizados. Os sucessos do passado não garantem os sucessos do futuro, só ajuda. As reações de rejeição de algumas pessoas na organização para os desafios do mundo futuro trazem um grande prejuízo à empresa.
Mudar não é nada fácil. A empresa precisa de um líder muito atuante para empreender essa viagem. Um líder que seja o fiador dessa empreitada, aquele que tenha a certeza do caminho. O líder tem que transmitir a segurança necessária no difícil processo de mudança. Essa liderança vai achar essa segurança no mercado e no futuro, vai montar uma equipe com pessoas excepcionais, desenvolver sua equipe e tomando as ações necessárias, a cada momento, para o sucesso da empresa.
Três fatores são necessários para o sucesso de uma organização: conhecimentos de gestão, conhecimentos técnicos e liderança. A Liderança é o fator limitante já que os dois primeiros só serão utilizados na direção correta se uma liderança competente exercer bem a sua função.
O desafio de vencer para as empresas passa por identificar líderes que irão conduzir essa viagem sem fim onde o futuro só existe nos mercados que não mais são estáticos, eles agora são nômades, que devem ser seguidos e seduzidos com produtos e serviços irresistíveis.
Prepare-se para essa viagem agora! Não existe outra viagem possível no futuro. Você pode fazer isso.

Por:

Carlos Lineu Faria Alves
Diretor Regional – Abimaq Vale
carloslineualves@gmail.com
Cell: +55-12-9 9223 3498
skype: carloslineu
https://br.linkedin.com/in/carloslineualves

0 respostas

Comentar

Sinta-se a vontade para contribuir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *