Embraer e Uber fazem acordo para taxi aéreo

embraer-702x336

A Embraer revelou o conceito de táxi aéreo que está desenvolvendo em parceria com a Uber. A aeronave elétrica de decolagem e aterrissagem vertical (eVTOL) está sendo desenvolvida pela EmbraerX, empresa subsidiária da Embraer que visa “viabilizar e acelerar o ecossistema de mobilidade urbana”. A parceria entre Uber e Embraer foi anunciada inicialmente em 2017. A Uber também mantém parcerias com a Bell, a fabricante de aeronaves elétricas Pipistrel, a subsidiária da Boeing Aurora Flight Sciences e a NASA para desenvolver aeronaves ou aspectos de gerenciamento de maiores volumes de tráfego aéreo em áreas urbanas. ambientes. A EmbraerX lançou o eVTOL na Uber Elevate Summit 2019 em Washington, DC Falando no evento, Antonio Campello, presidente e CEO da EmbraerX disse: “Temos combinado o pensamento de design centrado no ser humano com nossos 50 anos de experiência em construção e engenharia. para este novo conceito de eVTOL. ” O novo conceito de aeronave também visa a otimização operacional para o ambiente urbano com alta confiabilidade, baixos custos operacionais, menor pegada de ruído, totalmente elétrica e será progressivamente autônoma. Mark Moore, diretor de engenharia da aviação da Uber, disse: “A Embraer concentrou-se na experiência do cliente com seu mais recente conceito de veículo, usando sistemas redundantes integrados para alcançar a segurança ideal e também alcançando baixo ruído com um sistema de oito rotores.” A nossa equipe aguarda com expectativa a colaboração contínua com a equipe da Embraer para obter um veículo de passeio aéreo silencioso, verde e seguro ”. A EmbraerX também está envolvida em um projeto chamado Beacon, uma plataforma de negócios projetada para promover a colaboração entre empresas de serviços de aviação e profissionais. Também está trabalhando com controladores de tráfego aéreo, acadêmicos, pilotos e especialistas do setor para desenvolver sistemas para gerenciar espaços aéreos urbanos.

 

4 mitos sobre a indústria 4.0

robos_industriais (1)

Alto custo e dificuldade para implantação de alta tecnologia em pequenas empresas são principais entraves listados

Como toda nova tendência, a quarta revolução industrial trouxe à tona uma série de questões sobre a incorporação de novas tecnologias nos sistemas de produção. Segundo artigo publicado pelo Fórum Econômico Mundial, os executivos citam o “alto custo” e a “dificuldade em justificar o investimento sem um retorno no curto prazo” como as principais razões que impedem a adoção de novas tecnologias na empresa.

Leia mais: https://epocanegocios.globo.com/Tecnologia/noticia/2019/02/4-mitos-sobre-industria-40.html

 

Hexagon destaca participação na Expomafe com lançamentos em produtos, parcerias e demonstrações da Indústria 4.0

Ney_1 (372)

Hexagon destaca participação na Expomafe com lançamentos em produtos, parcerias e demonstrações da Indústria 4.0

 

Líder mundial no fornecimento de tecnologias de informação relacionadas à produtividade industrial, a Hexagon Manufacturing Intelligence, participou entre os dias 07 a 11 de maio, da Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Automação Industrial (Expomafe), no São Paulo Expo Center, apresentando ao mercado seus novos lançamentos em máquinas de medição, softwares, além da nova parceira com a Bener, na comercialização da linha de máquinas Serein.

 

Uma das novidades da feira foi o Sistema de Verificação 2D por imagem, chamado de Smart Inspection, trata-se de um “case”, completo, com câmera de alta -resolução, eletrônica, memória e lente, o sistema ainda possui um novo software, com tecnologia e produção nacional, detectando falhas em peças em grande velocidade de manufatura, podendo ser customizada conforme a necessidade do cliente para uso em geral. Outra tecnologia é a Máquina de Medição Ótica sem contato CNC, evitando erros, diminuindo os tempos de configuração e mudança de programas CNC entre máquinas para aumentar a produtividade e reduzir custos.

 

Na feira também foram lançados o Sistema de Medição Automatizado com Robô Colaborativo e AGV e o Scanner a Laser para máquinas de medição de coordenadas. Além dos equipamentos, a novidade também foi o novo Software de estatísca, QDAS e o Software CAE – MSC.

 

Além disso, os visitantes e clientes puderam conhecer e visitar o espaço Tecnologia em Evolução, no qual a Hexagon participou em uma demonstração da evolução do processo de manufatura, com uma linha do tempo, passando pelos primeiros equipamentos utilizados na indústria 1.0 até a tecnologia mais avançada, que hoje forma a Indústria 4.0.

 

Para complementar, a feira contou com o lançamento do acordo entre a Serein, tradicional fabricante de máquinas e equipamentos voltados a Metrologia – como Máquinas de Medição de Coordenadas – e a Bener, Comercial Importadora Exportadora Ltda., que passa a distribuir os produtos Serein para o mercado nacional, com melhor custo benefício.

 

Expectativas para o mercado

 

Segundo dados da própria organização da feira, a Expomafe 2019 alcançou a meta de 55 mil visitantes profissionais, se consolidando como a maior feira do setor metalmecânico na América Latina.

 

Para o CEO da divisão Manufatura Inteligente da América Latina, Danilo Lapastini a participação na feira contou com positivas perspectivas de crescimento no mercado, alcançando melhores resultados que no ano anterior. “A Expomafe é uma grande oportunidade de expandirmos nosso networking e fecharmos novos negócios, com ampliação significativa do nosso lead, gerando mercado para até um ano. Os preços nas feiras são convidativos com vantagens comerciais de negociação”, destaca Lapastini.

A empresa Bener, passa a comercializar os produtos Serein no Brasil.

logo-bener

A Serein, tradicional fabricante de maquinas e equipamentos voltados a Metrologia, como maquinas de medição do coordenadas, automáticas e manuais, maquinas Opticas de Medição, entre outros produtos, (uma marca do grupo Hexagon MI) e a  Bener Comercial Importadora Exportadora Ltda ,tradicional fornecedora de equipamentos e maquinas para Manufatura,  acabam de fechar acordo para distribuição dos produtos Serein no Brasil.

O acordo será lançado durante a EXPOMAFE 2019 no São Paulo Expo Center na Imigrantes, onde a Bener terá um dos equipamentos em demonstração em seu stand.

A ABIMAQ e a HexagonMI te convidam a visitar a EXPOMAFE 2019 e conhecer como essas tecnologias podem transformar sua empresa.

abimaq demo

A Indústria 4.0 é uma realidade! As tecnologias estão cada vez mais acessíveis e proporcionando a transformação digital de toda a indústria, sejam pequenas, médias ou grandes empresas, trazendo o aumento da competitividade e oportunidade de novos negócios. Nesta edição do projeto de Manufatura Avançada serão apresentados clusters que demonstrarão de forma prática soluções tecnológicas que podem ser aplicadas ao seu negócio. A ABIMAQ e a HexagonMI te convidam a visitar a EXPOMAFE 2019 e conhecer como essas tecnologias podem transformar sua empresa. hashtag#HexagonMI hashtag#ABIMAQ hashtag#Expomafe

5G já é realidade nos EUA e na Coreia do Sul: quando chegará ao Brasil?

5g

Por BBC  – 

A era do 5G começou precisamente nesta semana em partes dos Estados Unidos e na Coreia do Sul.

Nos EUA, a empresa Verizon passou a oferecer o serviço nas cidades de Chicago e Minneapolis; já no país asiático, as três principais operadoras de telefonia móvel começaram adisponibilizar este tipo de conexão para consumidores em diferentes regiões.

A China também quer ativar o 5G para internautas ainda este ano.

Mas, para a maioria dos países — entre eles o Brasil e vários outros da América Latina —, a tecnologia ainda está em fase de testes.

A conexão promete um salto na capacidade dos smartphones e será crucial para a tecnologia futura, como por exemplo para veículos sem condutor.

Entenda como funciona:

Velocidade até 20 vezes mais rápida

A tecnologia otimiza o uso do espectro radioelétrico — permitindo, assim, conexão mais rápida e estável, ampliação da cobertura e a possibilidade de uso por mais dispositivos.

As redes móveis mais rápidas hoje oferecem em média 45Mbps (megabits por segundo); a empresa Qualcomm estima que o 5G possa chegar a velocidades 10 a 20 vezes mais velozes do que há hoje em condições reais (e não apenas em laboratório).

Cerimônia de lançamento do serviço 5g da SK Telecom, maior operadora de telefonia móvel da Coreia — Foto: Kim Hong-Ji/ReutersCerimônia de lançamento do serviço 5g da SK Telecom, maior operadora de telefonia móvel da Coreia — Foto: Kim Hong-Ji/Reuters

Cerimônia de lançamento do serviço 5g da SK Telecom, maior operadora de telefonia móvel da Coreia — Foto: Kim Hong-Ji/Reuters

“Qualquer coisa que façamos agora com nossos smartphones poderemos fazer melhor e mais rápido (no futuro, com o 5G)”, explicou à BBC Ian Fogg, da OpenSignal, uma empresa que analisa dados móveis. “Mas o que é realmente emocionante são os novos serviços que serão criados e que ainda não podemos prever”.

O panorama na América Latina

Desde 2016, empresas locais estão fazendo testes com o 5G em países como Brasil, México, Argentina, Colômbia, Chile e Peru,

Espera-se que o México seja o primeiro da região a lançar comercialmente o 5G, algo planejado para 2020 através das operadoras Telcel e AT&T.

Já o Brasil, o primeiro a realizar testes, ainda em 2016, deve ver o serviço sendo oferecido no mercado apenas por volta de 2023.

Em fevereiro, Leonardo de Morais, presidente da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), afirmou em um evento que a agência fará um leilão de frequências 5G em 2020. Mas, depois disso, são necessários alguns meses segundo o padrão dos contratos para que os acordos saiam do papel e sejam colocados na prática.

A GSMA Intelligence (braço de pesquisa da GSM Association, que representa a nível mundial as operadoras de redes móveis) estima que a cobertura 5G se consolidará na região por volta de 2025, alcançando pouco mais de 40% da população latino-americana.

“A adoção (da tecnologia) aumentará uma vez que a cobertura alcance a massa crítica nos mercados-chave”, disse a GSMA em um comunicado.

Conexão vai ao encontro de novos produtos

Se ainda não chegou às massas, representantes do mercado já saúdam o avanço do 5G.

DJ Koh, presidente de tecnologia da informação e comunicações móveis da Samsung Electronics, diz que começou “uma nova era em que a incrível velocidade e conectividade do 5G viram realidade”.

A Samsung diz, por exemplo, que o seu aparelho Galaxy S10 5G, cujas vendas começaram nesta sexta-feira (5), oferecerá velocidades até 20 vezes mais rápidas que os telefones atuais.

A analista de telecomunicações da consultoria Frost & Sullivan, Quah Mei Lee, explica que a Coreia do Sul e o Japão lideram o desenvolvimento do 5G.

“Veremos mais aplicações no mercado nos próximos três a seis meses”, agregou.

Infográfico explica o que é o 5G — Foto: Fernanda Garrafiel/G1Infográfico explica o que é o 5G — Foto: Fernanda Garrafiel/G1

Infográfico explica o que é o 5G — Foto: Fernanda Garrafiel/G1

Fonte G1.globo – https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/2019/04/08/5g-ja-e-realidade-nos-eua-e-na-coreia-do-sul-quando-chegara-ao-brasil.ghtml